CQ? na net:

Fé demais não cheira bem.

A Prefeitura de São Paulo anunciou nesta quarta-feira (2) a localização da mulher que se apresenta como 'vidente do amor', suspeita de espalhar faixas pela cidade para divulgar consultas esotéricas. A prática infringe a lei Cidade Limpa. Segundo a Prefeitura de São Paulo, um estabelecimento localizado no Planalto Paulista chamado de 'Tenda Mística', que não tinha licença de funcionamento, foi lacrado. Como as faixas não divulgam o endereço, um fiscal da Prefeitura e um investigador de polícia marcaram a consulta com a vidente do amor e a surpreenderam. A Prefeitura aplicou sete multas no valor de R$ 10 mil cada, por infração à lei Cidade Limpa, em razão das faixas afixadas pelas ruas e avenidas da região e por placa indicativa na fachada da residência. Além disso, a vidente levou uma multa de R$ 405 por falta de licença de funcionamento.

Do portal G1.

A piada pronta serve como alerta à crédula e cordial população brasileira. Estamos em plena era da informação, mas o povo sofrido e trabalhador do país continua expondo-se espontaneamente a todo tipo de golpe e achaques a seu bolso e sua boa fé, inclusive e sobretudo, os golpes políticos.

As denuncias contra a igreja universal fazem os fiéis cegarem-se ainda mais e mais facilmente aceitar a destinação “incerta” aos recursos que deveriam ser a Arca do Tesouro de Deus. Ninguém deve abandonar sua igreja sob a primeira critica, mas deveria ser interesse primeiro do fiel à destinação dada a seu rico e suado dinheirinho, já que provavelmente Deus não aprove que alguns poucos comprem torneiras de ouro para mansões milionárias as custas do suor e do pão alheio em detrimento do investimento na chamada “obra de Deus”.

Quando não encontra meios para resolver seus problemas, o homem cordial brasileiro costuma apegar-se a muletas espirituais. Não existe nenhum problema em procurar auxilio espiritual para tocar a vida e não é preciso ser um expert em religiosidade para saber que isto implica em abrir mão de parte da razão.

A fé é comprovadamente uma boa ferramenta na difícil tarefa de tocar a vida, pesquisas comprovam que pacientes que acreditam no tratamento apresentam melhora proporcional à fé que depositam na cura se comparados a pacientes céticos. Levar uma vida baseada em preceitos religiosos costuma ainda conduzir as pessoas a um caminho mais próximo da ética e da moral. A contra-indicação é que a boa vontade para com lideres religiosos extrapolam os limites do razoável e é estendida a lideres de qualquer natureza.

Quem é doutrinado a acreditar que bênçãos são bens de consumo pagável em boa e corrente moeda ou que num baralho mágico pode-se extrair informações relevantes para sua vida a preços módicos não tem mesmo condições para indignar-se contra políticos bandidos e a compreender que graças espirituais e benesses políticas, se houverem, constituem tão somente a obrigação do portador a quem se confia levar estas coisas ao povo e não dá direito algum a este, de levar qualquer tipo de vantagem, principalmente pecuniária.

1)Homem Cordial segundo a definição de Sergio Buarque de Holanda é quem toma decisões majoritariamente baseadas em emoções, mesmo quando a situação requer que haja de acordo com a razão.

2)A imagem que ilustra este post foi extraida do blog antigasternuras.blogspot.com

0 comentários :