CQ? na net:

Porque o aborto deve ser liberado.



“Libera-se o aborto hoje e amanhã as drogas até que o assassinato seja legalizado...”


Vamos separar um pouco as coisas. Drogas são nefastas para seus usuários que tornam-se dependentes e acabam se matando, mas enquanto isto não ocorre o dependente faz muito mal para terceiros. Dependência química é doença e deve ser tratada como tal. Muitos defendem que o aborto em si já é um assassinato mas a frase acima foi postada num fórum de discussão em resposta a argumentação de que os abortos acontecem de qualquer forma, logo seria melhor que o estado regulamentasse e assim pudesse ter um controle e oferecer assistência médica a quem precisasse, de forma programada, além de ter como coibir abusos. Alógica aí é : “Ora, assassinatos também acontecem, então vão acabar legalizando.”


“Ninguém é a favor do aborto até precisar recorrer a ele.”

Mulheres são biologicamente programadas para amar sua prole acima de tudo, um aborto certamente dói mais em uma mãe do que em qualquer pessoa ou instituição da sociedade, deduzo que se uma mulher decide recorrer ao aborto é por absoluta falta de opção e com o coração em frangalhos mas admito que pode ser diferente, que alguma mulher pode fazer um aborto como quem faz as unhas mas aí é melhor mesmo este aborto precoce pois tal rebento se nascesse seria assassinado um pouco a cada dia.

“Mas aborto é pecado.”

Eu, nunca encontrei na bíblia um trecho sobre o assunto. O texto geralmente usado para embasar a posição da igreja encontra-se em Jeremias 1:5 “Antes que eu te formasse no ventre te conheci, e antes que saísses da mãe te santifiquei; às nações te dei por profeta.”

Este texto não serve por dois motivos. Primeiro por ser endereçado exclusivamente ao profeta, deus não tornou toda a humanidade em profeta e segundo por que se Deus escolheu antes da concepção, logo esta seria uma criança impossível de se abortar, ainda que a mãe pretendesse, pois já era antes de ser formado, um profeta de Deus.

Alguém pode argumentar ainda que Deus conhece a todos antes mesmo de serem formados, o que é bem natural dado sua onisciência mas a mesma característica serve para afirmar que Deus já saberia que os que foram abortados não seriam profetas ou outra coisa qualquer além de lixo orgânico, no Maximo um enfeite em laboratório de ciências.

“A igreja tem todo o direito de repudiar o aborto.”

Perfeito. A igreja não só pode repudiar, como pode orientar seus fiéis a não fazê-lo e até excomungar os que por ventura tenham feito. O que a igreja não tem direito é de interferir no estado e querer impor a todos algo que só diz respeito aos seus. Isto é a antítese da pregação cristã. Jesus não pegou um só homem à força para segui-lo, usava antes de tudo de argumentação e amor e muito ao contrario, quando lhe perguntaram sobre questões de estado que hipoteticamente eram conflitantes com suas posições saiu-se com esta: “Daí a Cesar o que é de César e daí a Deus o que é de Deus.”

“Os orfanatos e as ruas estão cheios de abortados vivos.”

É no mínimo incoerência defender a proibição do aborto e não mover uma palha pelos que escaparam de tal mal, aliás fechar o vidro quando um destes abortados vivos encostar em seu carro no farol.

O aborto não será obrigatório e quem é contra por razões pessoais ou religiosas não precisará recorrer a ele. Tirando das clinicas clandestinas e levando para o estado a responsabilidade de fazê-los, o estado poderá inclusive desenvolver políticas para que uma mulher despreparada não faça um aborto por ano e para que se diminuam a cada ano o numero de abortos praticados no país. Isto muda muita coisa para mulheres desesperadas ou despreparadas, só não muda nada para quem é contra o aborto e continuará a achá-lo odioso, convictos de que jamais recorrerão a ele.

1 comentários :

Anônimo disse...

O governo brasileiro liberou o aborto: LEI Nº 12.845, DE 1º DE AGOSTO DE 2013. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2013/lei/l12845.htm

Essa lei é uma vergonha para a nação brasileira. É uma vergonha. Essa lei deve ser cancelada!!!