CQ? na net:

Mulher engravida vendo filme - As mentiras que a internet conta.


Ninguém duvida da força da Internet. A campanha bem sucedida de Barack Obama é um exemplo de como o computador pode ser um aliado se usado corretamente. O problema é que não se sabe bem como “domesticar” a fera. Os chamados hits da Internet surgem despretensiosamente e alçam a fama instantânea quem estava destinado a viver no anonimato.




Quem nunca viu o garoto anestesiado no dentista que virou uma mina de dinheiro para os pais ou deixou de ouvir a musiquinha chata do “cada um no seu quadrado”?
Um site brasileiro publicou uma anedota no estilo do “fim do mundo pelo radio” e anunciou que um soldado americano voltou para casa depois de um ano em missão e encontrou sua esposa com uma nova prole nos braços. O casal era branco, mas o novo filho negro. A mulher alegou que engravidou assistindo a um filme pornô em 3D e o soldado acreditou nos créditos dados a tecnologia.
Era para ser uma boa tirada, mas simplesmente virou noticia internacional, replicada por mais de 300 sites e jornais ao redor do mundo. Os autores até tentaram avisar a alguns veículos de comunicação, mas não conseguiram desfazer o mito.

É um caso emblemático de como você precisa filtrar as noticias que recebe. Este caso foi prontamente esclarecido por que os autores não tinham nenhuma intenção de capitalizar a mentira estabelecida, entretanto é impossível quantificar as pequenas e grandes mentiras que lhe são servidas como verdades para estabelecer causas, instituições e pessoas.

Se uma história sem pé nem cabeça como esta alcançou tamanha repercussão sem ser colocada em xeque quer dizer que sua atenção deve estar redobrada, principalmente neste ano de eleição.

0 comentários :