CQ? na net:

A tragédia Grega e o seu dinheiro no rabo do veado.


A Grécia é o berço da civilização. Gregos sempre se acharam num patamar acima dos simples mortais. Na verdade estão vivendo como fanfarrões igualzinho àquelas famílias falidas porem quatrocentonas que vivem de aparências e que os folhetins adoram fazer anedotas.

Quem melhor exemplificou a Grécia foi Lula, ainda que atirando no que viu, mas acertando no que não viu: A Grécia representa justamente os branquinhos de olhos azuis que causam crises internacionais. Os trabalhadores tem direitos demais (O que parece bom somente a primeira vista), o governo é paternalista e gastão demais e o cidadão não quer arcar com as despesas que seus direitos geram. Grego não morre soterrado no barraco simplesmente porque nunca viu um barraco e nem na fila do hospital por absolutamente não ter idéia do que seja uma, mas se o governo ousar lhe cobrar um centavo a mais em impostos ou lhe cortar beneficio qualquer é capaz de botar fogo em prédio com gravida dentro e tudo. O resultado é que a conta não fecha.

Como exemplo imagine você meu caro leitor, se distribuísse mesadas a cinco filhos na ordem de 40% de seu salário cada uma. Por um tempo o cartão de credito e o limite do banco permitem que sua família tenha um patamar excelente de vida. A primeira vez que as contas não fecham sempre se pode rolar a divida do cartão e parcelar o limite. Caso os gastos sejam estancados tudo pode até ser salvo, a duras penas é verdade, mas caso a gastança continue o resultado é que você vai simplesmente falir.

A Grécia gastou durante muitos anos muito mais do que poderia e o resultado é que a divida Grega é impagável. A Grécia quebrando arrasta boa parte da Europa junto e quebra mais meia dúzia de bancos do velho continente. Os vizinhos e o FMI fazem então o papel do cunhado que entre emprestar um qualquer hoje para você sair do sufoco ou ter que abrigar toda a sua família na casa dele amanhã acaba por lhe entregar aquela poupança consolidada com a economia de muitos anos. Como diria meu avô é amarrar o dinheiro no rabo do veado e soltar o bicho na capoeira. Se não rezar muito nunca mais vê um tostão.

Como naquelas bandas só tem cabra sabido, lorde não sei de que, Sir não sei das quantas, Nobel de tudo quanto é área do conhecimento, uns ganham menos, outros perdem mais, mas uma hora eles acabam se entendendo e (se não pensarmos nos balanços financeiros da Espanha e de Portugal) o mundo nem deve acabar (pelo menos o mundo inteiro) por conta disto.

O que eu não entendi nesta história toda é que os aposentados brasileiros não podem ganhar umas moedas a mais, os juros brasileiros não podem baixar um pouquinho mais, o governo não pode me cobrar um pouquinho menos de impostos porque a crise ta braba e se o governo fizer isto o Brasil quebra mais rápido que Aquiles quando golpeado no calcanhar. De onde então o Lula tirou quase 600 milhões de reais para emprestar à Grécia?

Eu aperto o cinto de cá, você paga um impostinho a mais daí e o aposentado compra um remedinho a menos de lá para o governo pegar nosso dinheiro e amarrar no rabo do veado?

1 comentários :

formaxima.com disse...

Cidadão seu blog é espetacular, show, not°10 desejo muito sucesso em sua caminhada e objetivo no seu Hiper blog e que DEUS ilumine seus caminhos e da sua família
Um grande abraço e tudo de bom
Ass:Rodrigo Rocha