CQ? na net:

Drica Moraes internada para transplante. Por que afinal a vida começa aos 40.

Adriana Moraes Rego Reis começou a atuar no berço de atores do teatro Tablado aos 13 anos. Estreou na tv em 1986 e fez sua primeira novela (Top Model/Globo) em1989. O destaque veio curiosamente com um comercial em 1995. Quando fez parte do casal Unibanco foi que a atriz começou a ter mais destaque na mídia.

Após se estabelecer como atriz, passar por dois casamentos e chegar a maturidade, quando a vida sinalizava para a estabilidade e conseqüentemente uma situação estável em todas as áreas foi que sua luta mais árdua começou.

Aos 40 anos, quando deveria começar a curtir a idade da loba, Drica Moraes se viu as voltas com uma enfermidade grave, que ostenta alta taxa de letalidade e mais comum em gente com bem menos ou bem mais idade: A leucemia.

É certo que em algum grau se abateu, humana que é. Mas não estacionou a vida por isto. Adotou uma criança pouco antes do diagnóstico e sua primeira aparição após a descoberta foi se divertindo com o novo filho, mas não só. Como quem flerta com a morte tão de perto precisa de muito conforto emocional, tratou de aumentar a companhia e só para garantir incrementou o passeio com um novo amor a tira-colo.

Na segunda feira, 14 de junho, se internou no hospital Albert Eistein para a realização de um transplante de medula óssea, tentativa de dar um xeque-mate na leucemia. O transplante será realizado na unidade do Morumbi, no dia 22 de junho, com doador não aparentado a partir de busca realizada no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (REDOME).

Tudo correndo como o previsto, Drica vence mais uma batalha e descobre na pratica o que todo mundo diz na teoria: A vida começa, nem que seja uma nova, aos 40!

Que a luta da atriz sirva de exemplo para todos os que por algum motivo tenham sua luta pessoal como sendo dura demais.

0 comentários :