CQ? na net:

Holanda 2 x 1 Brasil - O time de Dunga jogou o que sabia. Foi pouco.

O filme é antigo. Um primeiro tempo primoroso que poderia bem ter terminado 3 à 0. As oportunidades não são aproveitadas e no segundo tempo a sorte muda de lado. O novo no script da eliminação é a falta de controle emocional dos jogadores, sem duvida um reflexo da personalidade do técnico Dunga. Uma expulsão besta (e justa) e o time virou um amontoado de gente correndo sem saber bem para onde ou para que.

Não jogou o suficiente para passar à próxima fase ( e olha que nem precisava jogar tanto) e a copa terminou para a seleção brasileira. O primeiro adversário qualificado tirou o eixo emocional do time e o time da copa. Talvez seja um destes casos de males que venham para o bem. Enfrentar a Argentina desta forma poderia resultar numa tragédia bem pior que a eliminação precoce.

Kaká que deveria ser maestro foi uma nulidade, Robinho teve lampejos de craque no primeiro tempo e sumiu do jogo na hora do vamo ver. A festejada defesa vacilou e o resto do time jogou exatamente o tanto que sabe, nem mais como queria o técnico e nem menos como alguns podem pensar.

Dunga e boa parte de seus brucutus voltam para o ostracismo e o Brasil começa a se preparar para montar um time realmente competitivo para a copa em casa, que está logo ali na frente.

Nesta copa onde os grandes selecionados esqueceram o futebol em casa o cenário está montado para o show de Maradona, Messi, Tevez e cia. É hora de voltarmos a pensar em politica e decidirmos se Lula deve ou não continuar a ser o dono do jogo.

Imagem de Tripolar.

0 comentários :