CQ? na net:

O ex-chato Tiago Leifert (Laifer).

Acostumei a ver as transmissões de futebol na Globo por meio de Oliveira Andrade e Galvão Bueno. Um belo dia liguei a tv e havia um novato. O então repórter/apresentador Kleber Machado narrava sofrivelmente uma partida do Corinthians. Foi a pior transmissão que eu já vi na vida. O tempo passou e Kleber Machado virou um narrador competente.

Outro dia o globo esporte lançou uma versão paulista e Tiago apareceu na tv bem na hora do almoço. Lembrei na hora da estréia de Kleber. O cara era chato e inseguro e parecia ter vida breve no comando do programa.

Minha desconfiança nem de longe foi a mais importante ou a mais antiga. Ao chegar a rede Globo pelas mãos do pai, diretor da emissora, sofreu a beça. Era isolado pelos colegas que não admitiam um filhinho de papai e nem para os almoços era convidado.

O cara começou cedo, aos 16 anos, no desafio ao galo (um extinto programa sobre o futebol de várzea), estudou nos EUA, estagiou na NBC e foi a luta. Venceu os preconceitos, a desconfiança inicial do publico e se estabeleceu quebrando o rígido padrão globo. Não usa o teleprompter e é de uma descontração impar na emissora. Apresentou o Central da Copa com tamanha desenvoltura que deve ganhar espaço e fazer história ao lançar uma nova tendência na rede Globo.

Hoje é respeitado pelos colegas e querido pelo publico. O novato que passou um ano sem ter amigos na emissora hoje é reconhecido por seu trabalho. Se havia alguma duvida de que o garoto é bom, esta veio pelo festejado twitter: Aguinaldo Silva desaprovou o desempenho de Tiago. Sinal que Leifert vai mesmo longe.

1 comentários :

Anônimo disse...

Ta de sacanagem, esse cara é ridículo.