CQ? na net:

O caminho - politico- de Santiago: Novo Secretário de Educação quer melhorar carreiras.

Voorwald, ex-reitor da Unesp
O novo secretário de educação paulista é um homem respeitado no meio acadêmico. Assumiu a pasta demonstrando comprometimento real na melhora do ensino estadual. O principal material utilizado na oferta de educação é o material humano. Nem é preciso saber tanto para deduzir que melhorar a educação implica em melhorar salario e condições de trabalho. Após a crônica sobre o descaso com os servidores paulistas que publicamos hoje (16/02) recebemos nota do Centro do Professorado Paulista que veio a publico ontem (15/02) e expõe a preocupação do Professor Herman Voorwald (o secretário) com a situação dos servidores da educação.

O posicionamento do Professor Voorwald na imprensa não deixa margem de duvida quanto à legitimidade de suas preocupações e seu anseio em oferecer a população paulista um ensino de qualidade. O homem entende do riscado e está cheio de ideias e boas intenções.

A nota do CPP informa que todos os quadros da educação (professores, diretores, coordenadores e pessoal de apoio) devem manifestar suas opiniões quanto aos planos de carreira, politica salarial, promoção, evolução funcional, jornadas de trabalho, atribuições de aulas e outros itens pertinentes. Cada escola deve reunir seus funcionários, divididos por categorias, discutir o assunto, enviar um representante para discutir a pauta a nível regional por diretoria de ensino que por sua vez deve agregar, sintetizar e enviar uma pauta única a um grupo de trabalho, tudo isto até maio de 2011 (as discussões regionais têm prazo até 30 de março).

A partir daí, nosso secretário espera ter meios para melhorar substancialmente a vida dos servidores da educação. A sabedoria popular alerta que os bem-intencionados são clientela preferencial no inferno, mas nada custa (na verdade é uma obrigação do servidor) você se mobilizar, discutir seriamente a pauta de reivindicações e torcer seriamente para que nosso secretário tenha força politica suficiente para emplacar suas ideias. Se Geraldo Alckmin queria alguém que sabe o caminho, encontrou o homem certo. Precisa saber até onde vai a vontade do governador em trilhar o “Caminho –politico-de Santiago”, qual seja poupar no que dá visibilidade para aplicar no que traz bem estar social.

Para ler a nota do CPP na integra entre no site www.cpp.org.br ou procure no D.O.E. de 12/02/2011, pagina 27, seção I.

0 comentários :