CQ? na net:

Video impressionante mostra atropelamento de cicilistas em Porto Alegre

Um grupo que defende o uso de bicicletas em Porto Alegre fazia uma manifestação onde os ciclistas fechavam o transito e impedia motoristas de circular. O ato arbitrário do grupo desencadeou a ira de um motorista que jogou o carro para cima do grupo atropelando diversos ciclistas. Um manifestante que filmava a "passeata" registrou o flagrante. O carro foi encontrado abandonado, amassado e com o vidro quebrado. A policia tenta localizar o motorista, que responderá em liberdade, uma vez que o prazo para a prisão em flagrante já expirou. O direito a livre manifestação não deve ser usado para cercear o direito alheio, quanto mais o de ir e vir. Nada justifica a violencia praticada pelo motorista, mas ninguém pode saber a urgencia que ele (ou outros motoristas) tinha de chegar a outro ponto da cidade. Violência gera apenas mais violência. Usar a bicicleta nas grandes cidades é uma prática saudável e deve sim ser incentivada, mas nunca ser pregada de forma arbitrária. Quando se tenta impingir uma boa idéia aos outros usando meios nada democraticos, a boa idéia acaba perdendo a vitalitade. Melhorar o transito e a poluição é urgente, mas viver com urbanidade e respeitando o direito do outro é mais importante em qualquer sociedade que se pretenda democratica.

1 comentários :

Bicicletada Natal disse...

E os engarrafamentos gerados pelo número sempre crescente de carros não está cerceando ARBITRARIAMENTE o direito de TODA A SOCIEDADE de ir e vir? O planejamento urbano das cidades brasileiras que privilegia unicamente o carro, colocando em segundo, terceiro e quarto plano pedestres, usuários de transporte coletivo e ciclistas, não está ARBITRARIAMENTE cercesando o direito de TODA A SOCIEDADE de ir e vir?

E as Bicicletas não estavam em locomoção? Elas estavam CIRCULANDO pelas ruas, não estava paradas bloqueando a passagem. Enquanto um engarrafamento de carros, um número incrivelmente pequeno de pessoas (os motoristas) estão impedindo todos os demais de passar, na bicicletada, um número muito maior de pessoas estava utilizando legalmente uma área pequena das vias para ir e vir! Não há nada de antidemocrático nisso! Antidemocrático é os recursos públicos serem desviados para construção e manutenção de vias para carros e praticamente nada para os sistemas coletivos de transporte, calçadas e ciclovias.

Você está falando de Democracia ou Carrocracia?