CQ? na net:

Quantas vezes Mariane?

Um dos primeiros artigos publicados neste blog povoa nossos pensamentos volta e meia. Mariane era só uma menina linda e morreu do coração aos 15 anos ao ver o primo ser vitima da violência na porta da escola no ABC, grande São Paulo.
Sempre que a violência envolve a escola ou nossos jovens o caso Mariane faz lembrar que a violência mata mais que imaginamos. Esta Semana, no Rio de Janeiro, um canalha com passagens na policia por diversos crimes dentre os quais o latrocínio (roubo seguido de morte) assassinou uma outra menina linda. É uma merda (com o perdão da palavra) por que a própria menina e sua família ajudavam o miserável por puro gesto de humanidade. 

Em sua defesa o crápula se disse apaixonado. Tentou agarrar a garota na marra e como – obviamente- foi
refutado agrediu com um pé de cabra e degolou a menina com um caco de vidro. Ela estava trabalhando em pleno sábado. Foi à escola que sua família administra para receber uma mensalidade atrasada e foi assediada, molestada e brutalmente assassinada. Seu nome é Mariana e ela tinha 21 anos de idade (seu algoz, cujo nome nem é relevante já que representa a própria violência, tem 57 anos).

Não sei quantas Marianas precisarão existir, nem sei quantas Marianes estão existindo. Estou me sentindo um pouco mais morto agora. Lembrando o ídolo de 10 entre 10 jovens (na minha época pelo menos): Quem me dera ao menos uma vez não ser atacado por ser inocente?

Clique aqui e leia o artigo Mariane, seja nossa inspiração contra a violência!

1 comentários :

Paulo Sergio disse...

Essa indignação é que nos dá esperança, que um dia isso acabe.

Parabéns.