CQ? na net:

Vida de amante – Andreia amava Rony que amava Luciene que não amava ninguém.

Pessoas têm razões que a própria razão desconhece quando o assunto é relacionamento amoroso, mas uma mulher que se dispõe a fazer parte de um triangulo amoroso, traindo uma pessoa conhecida sem se importar com as consequências, provavelmente, não têm caráter algum.
Rony é casado com Andreia e pai de Lavínia, a garota de 6 anos que foi fria e brutalmente assassinada por Luciene, a amante de Rony.

Ao se relacionar com Luciene Rony passou a bancar suas despesas, até o aluguel pagava, mas para Luciene era pouco. Ao saber que o pai de Lavínia guardava R$: 2.000,00 em casa para comprar um carro, a ganancia de Luciene despertou sua fúria assassina.

Ela passou a noite e madrugada com Rony e após um desentendimento ameaçou se matar. Antes tivesse cumprido a ameaça. Rony chegou em casa por volta
das 3H00 da manhã, acordou a esposa e a filha – que foi ao banheiro – pouco tempo depois todos foram dormir.

Quando Andreia acordou pela manhã Lavínia não estava mais em casa. A policia desconfiou de Andreia, que passivamente aceitava a traição e resignada aceitava o sumiço da filha. As investigações mostraram que Andreia é só mais uma dona de casa sofredora neste país machista em que vivemos.


Luciene, a amante, pouco depois que Rony entrou em casa naquela noite, invadiu a residencia em busca do dinheiro, Por azar, Lavínia acordou mais uma vez e foi levada por ela. Em um hotel suburbano Luciene levou pouco mais de 20 minutos para estrangular a pequena inocente e ocultar seu corpo. Como não tivesse dinheiro para pagar a estadía, se ofereceu para lavar pratos.

A policia descobriu que após todo o ocorrido, Luciene ainda planejava incriminar o amante. Felizmente foi desmascarada e deve apodrecer em uma cela num presidio carioca. Rony entrou na história como o garanhão pegador, saiu com uma filha e um casamento enterrados.

0 comentários :