CQ? na net:

Assalto a shopping: Cara torta matou e morreu. Culpa da policia Carioca.


Cara torta era um bandido sem escrúpulos. Outro dia resolveu assaltar uma joalheria num shopping da zona norte carioca. Em companhia de três comparsas invadiu a loja e roubou diversas peças, como a segurança do shopping e a policia descobriram o roubo e dificultavam sua fuga, cara torta atirou a esmo e assassinou o aposentado Ronaldo Fernandes, de 74 anos que nada tinha a ver com a história.

Pela imperícia e imprudência, já poderíamos culpar a segurança publica do Rio de Janeiro por esta morte. Mas a história nem acaba por aqui.

Paul Magno era comparsa de Cara Torta, foi baleado e preso. Como precisou passar pelo hospital para ser medicado antes de ir para a cadeia, acabou dando um “jeitinho” e fugiu, apesar da escolta policial permanente. Mais uma vez a imperícia da policia carioca colocou em risco a sociedade.

A policia divulgou as imagens do assalto e como se fosse barata tonta corria para todo lado em busca da tal “resposta a sociedade”. O desespero da policia teve fim na noite do ultimo sábado (15/10).

Uma “força de segurança” muito mais capaz resolveu o problema: Traficantes do complexo da maré, incomodados com o assedio, julgaram e condenaram os dois bandidos. A pena capital foi cumprida no mesmo dia e os comparsas foram em fim encontrados pela policia, com diversas perfurações de bala, envoltos num saco preto, no bairro de Guadalupe.

Num só episódio a policia fluminense foi responsável por três mortes. A ocorrência era de crime contra o patrimônio e acabou de forma trágica para tantos. Com as mortes o crime está “solucionado”. Os objetos roubados seguem em destino ignorado e a policia não precisa mais procurar Cara Torta.

0 comentários :