Header Ads

Lei Maria da Penha: Juiz agride esposa que é delegada de policia.


Helen em imagem do jornal extra
Quando uma mulher é agredida por um homem ela procura a policia se quiser fazer valer seus direitos. Indo além e querendo fazer justiça ela representa e o caso vai parar no judiciario. Numa configuração inusitada ela poderia ser atendida pela Doutora Helen Sadenberg, delegada da policia civil carioca e seu caso poderia ser julgado pelo juiz Murilo Andre Kieling, TJ do Rio de Janeiro.

Fosse assim a vitima de violencia domestica estaria lidando justamente com um casal assistido pela mesma lei que lhe proteje. É que Doutora Helen acusa Murilo, o esposo, de tê-la agredido físicamente e coagido.

A ocorrencia foi registrada no 77º DP em Niteroi e já foi distribuido para o Juizado de violencia domestica e familiar contra a mulher. Além disto foram solicitadas medidas protetivas urgentes para a delegada.

Os envolvidos não quiseram comentar o caso então comentamos nós:  Quando juizes descumprem a lei e delagada é vitima de crime domestico, o rabo está abanando o cachorro. Triste é a nação cujo machismo é senhor. 

Um comentário

Anônimo disse...

Homem está sempre em posição superior e isto é cultural, nada tem que ver com classe ou educação. Muita gente famosa e importante sofre este problema sem fazer alarde.

Tecnologia do Blogger.