Header Ads

Cabo Bruno é assassinado. Quem ficou surpreso?

O Ex Policial Florisvaldo de Oliveira, conhecido como Cabo Bruno, era o terror da zona sul de São Paulo na decada de 80. Cabo Bruno executou mais de 50 pessoas, no mais famoso caso de esquadrão da morte da cidade. Virou uma lenda, temido e odiado por bandidos. Passou 27 de seus 54 anos na cadeia, ganhou a liberdade com toda a pompa.

Nos presidios por onde passou, não teve contato com a quadrilha que domina os presidios e ruas de São Paulo, então provavelmente nem pode prever. Saiu da cadeia e achou que seria um pacato pastor evangelico em Pindamonhangaba, no interior.

Ontem, um mês depois de deixar a cadeia, Cabo Bruno voltava tranquilamente da igreja para para casa com parentes, ao chegar foi abordado por dois homens armados, que lhe alvejaram com mais de 20 tiros. Devido à publicidade dada ao caso, o estado e a imprensa colaboraram um tanto para o assassinato. Se o PCC assassina policial como quem mata mosca, que dirá o ícone dos justiceiros?

E como diz a música (nunca é demais lembrar): Também morre quem atira.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.