Header Ads

A turma

Os trinta e dois cavaleiros
solenes por entre oliveiras
milicia temida e adorada
insolentes em sua chicana
formavam uma turma romana

A banca toda alinhada
os testes em cima da mesa
Os estudantes em classe
Com seu aspecto descente
formavam uma turma discente

Os homens no meio do nada
Os dormentes em fila indiana
Todos estão de acordo
Falando por meio de berros
A turma da estrada de ferro

A manifestação está na rua
Vem gente de todos os lados
Com brados, pinturas e bandeiras
Os seus direitos exigia
A turma da democracia

Os moleques aqui perto
Não se desgrudam instante
Parecem uma parentela
De afinidade e estima
A turma da rua de cima

O pessoal lá de casa
Num dia onde tudo é cinza
Me arrastam para um passeio
Guloseimas e brincadeirinha
A turma que chamo de minha

Dois corações bem amados
Em dois corpos por muito estranhos
Por mais que sejam unidos
E as almas pareçam ser uma
Não formam turma alguma

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.