Header Ads

Bem-te-vi



Um Bem-te-vi pousou hoje no meu quintal. Existem muitos por aqui e são os primeiros a começar a cantoria logo cedinho. Mas é uma cena rara. Tenho dois gatos e um cachorro e os pobres passarinhos sofrem para se aproximar do piso. A Penélope, serelepe que só, outro dia deu um pulo e abocanhou um pássaro, deu trabalho para salvar o bichinho.

Eu estava esparramado no sofá da sala, numa posição em que a porta da cozinha aberta me permite boa visão do quintal dos fundos. Deixei o notebook de lado um tanto, parei de olhar a tv e fiquei contemplando aquela cena curiosa.

Não havia o barulho trissilábico característico e estranhamente não foi incomodado pelos "reis do pedaço" enquanto ciscava tranquilo talvez um pedaço de pão. Por alguns minutos fiquei encantado.

Quando cansou, bateu suas asas ligeiras e foi gritar no telhado mais próximo. Cada Bem-te-vi que cantava parecia me dizer: "Para tudo na vida há razões. Que muitas vezes a própria razão desconhece."

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.