CQ? na net:

Semantica - Estão querendo judiar o Enem?

Fabio Koifman é doutor em história. Como o sobrenome "denuncia" de origem judaica. Doutor Fabio faz parte de uma corrente de judeus dodóis para além da conta, que acha sempre que o povo judeu é mais judiado do que julga a vã filosofia. Tempos atrás judeus de um bairro paulistano contestaram uma obra instalada no metro pelo mesmíssimo motivo. O artista Gontran Guanaes Netto teria afrontado a comunidade ao instalar num reduto judeu em São Paulo uma obra que aludia a paz mundial e estampava Arafat. 

O Enem abordou o tema da perseguição aos judeus no estado novo. bem a proposito a questão simplifica o tema para tão somente atestar o conhecimento do candidato em história. A autora do artigo que embasou a questão adorou a abordagem, doutor Fabio achou meio para criticá-la e até pleitear sua anulação. A cerne da angustia do doutor judeu é uma questão maior quando se estuda a historia do povo e o antissemitismo. Em linhas gerais não há qualquer relevância.

O antissemitismo não foi exclusividade do nazifascismo e foi um dos primeiros movimentos globalizados da história moderna. o mundo civilizado inteiro tinha pelo menos parcela razoável da população torcendo o nariz para o povo judeu.

Acontece que o Brasil não é e muito menos era a época do estado novo um país civilizado, pelo menos a este ponto. Com justeza a questão do enem coloca no mesmo balaio os eventuais antissemitas "puro sangue", aqueles que tinham a questão judia para além da influencia do Reich(poucos)  e os meros incautos simpatizantes da propaganda do Fuhrer (a grande maioria), que aliás era mesmo bem eficiente.

Fosse o Enem uma prova exclusiva da história do sionismo até caberia um aprofundamento filosófico da questão do que significou (ou significa) antissemitismo e nazismo e suas implicações históricas. Numa prova abrangente como o Enem, a questão é acertada e eficiente, não sobrando espaço (ou tempo) para contestações meramente semânticas. 

 Em tempo: Talvez você não tenha percebido, mas este artigo está repleto de erros semânticos. isto é proposital e um teste: Se por isto você não conseguiu entender bulhufas, então tem razão o doutor Fabio.

0 comentários :