CQ? na net:

O dia triste de Gleise Hoffman e da aposentada carioca.

O site Brasil 247 é um blog panfletário custeado e a serviço do PT.  Paulo Bernardo foi um dos homens fortes do governo do PT e é casado com a senadora Gleisi Hoffman, uma das combatentes linha de frente contra o processo de impedimento da presidente Dilma. Dona Aparecida é só uma aposentada do serviço público, que depois de mais de 38 anos de trabalho não ganha o suficiente para viver dignamente.

Não foi possível saber como foi o dia 23 de junho para o dono do Brasil 247, o tal Leonardo Attuch e igualmente ignoramos como foi para Paulo Bernardo. É que ambos estão "vendo o sol nascer quadrado" numa cela da policia federal.

Reprodução do Facebook
Quem tem o desprazer de conhecer uma cela por dentro (geralmente a contragosto) é, no minimo, suspeito de ter cometido crime. Quem conhece a cela da policia federal então, é suspeito de um crime bem cabeludo. Ladrões de galinha não conhecem a cela da policia federal.

Tivemos conhecimento, entretanto, de como foi o dia de dona Aparecida por meio de depoimento a uma rádio popular carioca e da excelentíssima senadora por meio das redes sociais, conforme foto que ilustra este artigo.

A senadora disse que foi um dia triste, que pessoas desconhecidas entraram em sua casa portando um mandado judicial e levaram seu marido e ainda um computador, na frente de seus filhos e tudo para influenciar o processo de impedimento da presidente Dilma.

Ocorre que a turma do Paulo e do Leonardo é acusada de envolvimento em falcatruas com os empréstimos consignados, modalidade que dona Aparecida recorreu tanto que deve no mínimo até o ano de 2022. Sempre que pode ela vai ao banco e renegocia a divida, se enrolando um tanto mais. Cada vez que dona Aparecida renegocia sua dívida, assim como ocorre sempre que alguém pega emprestimo consignado,  lhe é cobrada uma taxa quase insignificante, coisa de R$:1,00 por mês para manutenção. O problema é que não foi bem explicado que tipo de manutenção é esta e para a Policia Federal, baseada em delação de gente que entende do riscado, o ex Senador Delcidio Amaral, esta pequena contribuição de dona Aparecida servia para a manutenção de propinas cobradas pela turma do Paulo e do Leonardo, que de grão em grão, amealhou a bagatela de 100 milhões de reais!

O impeachment está sacramentado, não precisa de uma "força" da policia em conluio com a justiça, não consta que houve excessos da policia na ação, sobretudo do tipo que dona aparecida costuma ver quando ocorrem batidas policiais em seu bairro, em busca dos ladrões de galinhas, de forma que a tristeza da senadora é compreensível, o argumento não!

Na imagem você pode perceber como ficou a excelência e no vídeo abaixo  dá para sentir como dona Aparecida se sente.

0 comentários :