CQ? na net:

Estacionar próximo ao Hospital Grajaú é um perigo!

O hospital Geral do Grajaú fica na periferia de São Paulo. É lá que a lenda de que na periferia não ocorrem roubos de carro em quantidade expressiva cai por terra. Parar o carro nas imediações do hospital é uma temeridade. Os bandidos se aproveitam de que a última coisa em que vai pensar quem vai para o hospital socorrer alguém é no carro estacionado na rua para furtarem com toda a facilidade. 

Nos últimos tempos a PM tem feito um trabalho intensivo para coibir o furto de veiculos, mas curiosamente o que tem aumentado é o numero de roubos. Numa rua próxima ao hospital uma moradora teve um Fiat Palio roubado por três bandidos. Três dias depois o carro foi encontrado. Enquanto a mulher comemorava a sorte o azar voltou a visitá-la na forma da outra modalidade. Um dia depois o marido parou o carro na porta de casa para almoçar e ao sair para voltar ao trabalho o outro carro, um Fiat Uno, havia sido furtado. 

Na ultima sexta-feira outra moradora do bairro foi ao hospital e ao estacionar teve o veículo, um VW Gol, roubado. Passaria no hospital por um motivo e aproveitou para cuidar do coração, tamanho o susto que levou. Hoje (18/9/2010), por volta das 7:00 horas da manhã, um morador das proximidades foi abordado, enquanto saía de casa, por uma dupla que tentou levar seu VW Fox. Felizmente a PM agiu rápido e conseguiu recuperar o veículo. A Rua Paulo Araujo Novaes (paralela ao hospital) é um paraíso para quem faz cerol (cortante para linha de pipas). Quase todas as manhãs é possível recolher novos cacos de vidros de carro, que foram estourados na noite anterior.

Usar o hospital Grajaú sempre foi um exercício de paciência e um teste de resistência devido a superlotação e a falta de estrutura adequada. Ultimamente têm se tornado uma perigosa aventura e um risco ao patrimônio de quem depende do serviço público. Quem saía indignado com o descaso do poder público com a saúde, já pode agregar a sua indignação o descaso com a segurança também.

0 comentários :