CQ? na net:

A origem da expressão “Plano B.”

O sinal de O.K.
Quando algo não sai como o planejado é comum que as pessoas usem a expressão “plano B” para referir a uma alternativa. Como a letra B vem na sequencia da letra A e costumamos associar a letra A a nota máxima, naturalmente associamos a letra B da expressão com a próxima alternativa entre as melhores possíveis, em outras palavras se a alternativa A não está disponível, partimos para a alternativa B, certo? Mais ou menos.

O raciocínio acima é valido, mas não remete a origem da expressão. A expressão original vem da língua inglesa e refere-se a “back-up plan” ou algo como “Plano de apoio” em tradução livre. Como americano trunca tudo o que escreve o “back-up plan” acabou tornando-se” b. plan” e foi importado como “plano B”, sem maiores explicações. 


A mania americana de truncar frases está no centro de outras polemicas como a que envolve a expressão OK, tão usual em nossa língua. Existem diversas explicações para a origem da expressão e não dá para afirmar exatamente qual é a verdadeira, mas uma delas é a de que os soldados que lutavam na guerra civil americana são os “pais da matéria”.  Quando voltavam da batalha sem baixas no pelotão, ao aproximar-se de seu QG, um soldado fazia o sinal característico com a mão (veja figura) enquanto alguém anotava em uma placa O. K. (0 Kiled ou zero mortos).

0 comentários :