Header Ads

Reintegração de posse no Pinheirinho - São José dos campos: Quanta maldade...

Naji Nahas é um especulador financeiro que entre outras proezas levou a bolsa do Rio a quebrar e causou imensos prejuizos. Entre as posses de sua "massa falida" está um terreno em São José dos Campos - SP, que abrigava mais de 5 mil pessoas. Estas pessoas moravam na área a 8 anos e perderam tudo numa ação estatal que é no minimo curiosa.

Imagem da Agencia Estado
Em que pese a pouca credibilidade de Mino Carta, sua revista Carta Capital afirma que o especulador têm interesse na reintegração, fato é que o objetivo de toda massa falida é angariar recursos para saldar dividas e uma composição no sentido de que os moradores comprassem a área, mesmo que com ajuda do governo, sairia muito mais em conta para o estado e muito melhor para todos, mas nem sequer foi aventada pela justiça estadual. A justiça federal bem tentou e o governo federal fez o que pode, mas a justiça estadual fez prevalecer sua prerrogativa e expulsou os moradores, ordenando a imediata demolição das casas, não obstante a OAB entender que a ação é ilegal.

A imagem de desespero da dona de casa que ilustra este artigo vale uma reflexão e mais que mil palavras. Os moradores receberam como ajuda um abrigo insalubre e sem qualquer privacidade ou uma passagem para que a cidade se livrasse de mais um (uns) retirante.

Não sei a destinação do imóvel, mas certamente não agraciará o povo e quanto mais pobre você for, mais deve pensar em seu voto nas próximas eleições.  5 mil pessoas ultrapassaram um tanto a linha de pobreza por conta da grande atividade econômica e o governo que deveria prover a segurança financeira destas pessoas acaba de lança-las de volta ao abismo de onde nunca deveriam ter saído. Existem muitos aspectos para se olhar, mas não consigo ver nada além de maldade.

O duro é que em Brasilia e no litoral brasileiro existem muitos imóveis de alto padrão construidos ilegalmente, cujas demolições não abalariam o patrimonio dos invasores e seriam um bem ao meio ambiente, mas para estes a casa - literalmente - não cai.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.