Header Ads

Caso Lucas Terra: 11 anos de impunidade aos pastores assassinos.

Lucas Terra era um garoto muito religioso, assiduo frequentador e membro participativo da Igreja Universal do Reino de Deus em Salvador, na Bahia. Em março de 2001, numa história nebulosa que pode ter envolvimento de relações homossexuais e com magia negra por parte dos lideres da igreja, Lucas foi violentado e teve seu corpo queimado enquanto ainda estava vivo, vindo a entrar em obito após a barbaridade. Os autores eram o pastor, um bispo, um obreiro e um segurança da Igreja Universal. Até hoje, somente o obreiro Silvio Roberto Galiza foi condenado e cumpre pena no regime semi-aberto. Um triste aniversário para a justiça e a fé cristã brasileiras.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.