Header Ads

Quem é o irracional? Humanos matam homem queimado, animais choram a perda.

Seu Miguel era um catador de lixo. Quando as pessoas chegam neste estágio, geralmente já perderam a fé em tudo o que a sociedade, você incluso, acredita. Isto implica em não mais acreditar na parte positiva do ser humano em geral.

Seu Miguel desenvolveu uma amizade genuína com dois cachorros vira-latas (e nenhum ser vivo sabe ser mais fiel amigo que os cachorros). Os bichos acompanhavam o catador em sua rotina diária empurrando a carroça, e o trio provavelmente se identificava como os bandos de animais não domesticados. Nenhum deles acreditavam ser seres humanos, como alguns cachorros de madame acreditam, por exemplo. Tinham apenas uns aos outros.

Quatro dos ditos seres humanos resolveram (vejam só!) atear fogo em Seu Miguel. Socorrido ao hospital, com mais de 80% do corpo queimado, o catador de lixo veio a óbito, deixando o bando sem um líder.

O fato de imaginar a cena, uma pessoa em chamas, causadas por seres humanos por pura maldade, a dor, o desespero, o motivo, tudo isto deveria chocar a sociedade. Fato é, que é noticia corriqueira e não incomoda mais ninguém.

Ninguém aqui se aplica a ninguém humano, pois os dois parceiros de Seu Miguel estão dando o que pensar a muita gente. Eles dormem a sombra da carroça até hoje e no horário marcado ficam alerta esperando Seu Miguel aparecer. Vivem visivelmente tristes, no lixão seco onde todos os dias entregavam a "féria" do dia. Nenhum dos seres humanos por lá tiveram coragem de enxotar os cães ou sequer remover a carroça do lugar.

Uma voluntária protetora dos animais alimenta e dá o suporte possível aos bichos, além de procurar uma adoção. Quem não se importa muito com retidão de caráter e fidelidade, deveria - no mínimo - conhecer de perto estes ditos animais.

Leia a matéria no portal UOL clicando aqui.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.