CQ? na net:

A moral católica, o aborto e a pedofilia - Americano abusado por padre se vinga 35 anos depois.

A Igreja Católica é contra o aborto. É uma questão de respeito a moral cristã. Praticar aborto é, obviamente, imoral. O reverendo Jerold Lindner é um padre jesuíta americano. Ele têm 65 anos de idade e trabalha num asilo da santa madre igreja. 

Kathy McEntire é irmã do reverendo. Ela afirmou a agencia Associated Press que não têm contato com seu irmão pelo simples fato de ter sido abusada por ele desde quando tinha apenas 5 anos de idade e por seus filhos terem sidos também abusados por anos. Larry Lindner é o outro irmão do padre. Ele expulsou o irmão de casa por tê-lo flagrado abusando de sua filha (sobrinha do reverendo) quando esta tinha 8 anos.

O reverendo foi formalmente acusado de ter abusado de uma dúzia de crianças, mas nunca foi a julgamento por seus crimes. O clero católico simplesmente o transferiu para chefiar o asilo onde trabalha atualmente.

William Lynch, de 44 anos participou de um acampamento de fim de semana promovido pela igreja para ensinar a moral católica às crianças nas Montanhas de Santa Cruz, ao sul da cidade californiana de San Francisco, em 1975. Entre as lições sobre a abominação de se cometer aborto o reverendo Lindner estuprou o menino e o obrigou a fazer sexo oral em seu irmão. 

Lynch teve pesadelos por anos, sofreu com depressão tentou o suicídio por duas vezes e como reparação os jesuítas californianos lhe indenizaram em 1988 com 625 mil dólares.  O dinheiro não acalmou a mente atormentada de Lynch. 

William precisava exorcizar seus demônios. Então dirigiu até Los Angeles onde o reverendo Jerold Lindner cuida de clérigos inválidos e o espancou violentamente na frente de diversas pessoas.
Não se sabe o paradeiro do reverendo desde o episódio, ocorrido em maio deste ano, mas Lynch foi identificado e preso recentemente pela agressão. Pagou 25 mil dólares de fiança e deve ir a julgamento em breve.

Quando Paulo Maluf proferiu sua celebre frase “estupra mais não mata” a igreja não deu nem um pio. A presidente eleita Dilma Roussef perdeu milhões de votos por campanhas católicas terem-na acusado de ser a favor do aborto. A moral católica deve ser torpemente divina.

0 comentários :