CQ? na net:

Motocar no Brasil - A evolução da moto ou a involução do carro?

Transito na India
A India é um dos países mais populosos e desiguais do mundo, o transito nas grandes cidades é simplesmente caótico. Você deve ter visto em filmes ou revistas aquele amontoados de tuk-tuk apinhados de pessoas e coisas brigando por milimetros de espaço. O tuk-tuk é um hibrido de carro e moto e atende principalmente às classes mais baixas, o que pode ser bom -ou ruim.

Motocar - o tuk-tuk brasileiro.
Pois bem, uma empresa brasileira, a Motocar, resolveu implantar o veículo por aqui. Importou um lote para testar a receptividade no norte do país e como o consumidor adorou, tratou de montar sua linha de produção em Manaus. O veículo está em fase final de homologação nos órgãos competentes e em aproximadamente 30 dias começam a ser vendido ao consumidor (os primeiros 200 veículos já foram arrematados por revendedores). 

O triciclo leva até três pessoas e 50 Kg de carga.
O custo baixo do triciclo, que pode transportar três pessoas (dispensadas de usar capacete) e 50 Kg de carga, deve atrair bastante gente que não têm carro ou quem está incomodado com a moto. O Motocar deve ter preço final de R$10.500,00.

Bem utilizado -e fiscalizado- o veículo pode substituir a moto em atividades como o mototaxi e se transformar em um avanço, sobretudo no quesito segurança. Nas pequenas cidades pode ser, ainda, uma alternativa bastante viável para a aquisição do primeiro veículo. O problema é um boom indiscriminado de vendas nas grandes cidades e a "indianização" do já péssimo transito brasileiro.

com informações de acritica.com e g1.com e imagens de acritica.com e pakmixbrazil.blogspot.com


0 comentários :