CQ? na net:

Em greve da greve médicos agilizam o atendimento pelo SUS.

A upa de Cel. Antonino em imagem do portal G1
Outro dia li no sensacionalista que a greve dos bancários não havia terminado, o que teria ocorrido de fato é que os grevistas entraram em greve da greve. Médicos de Campo Grande (MS) devem ter lido e achado ótima ideia. Na UPA do bairro Coronel Antonino -que conta normalmente com quatro médicos- a greve foi as avessas: Os profissionais dobraram por conta própria a equipe médica, agilizando o atendimento das 150 pessoas que passaram por lá. 

Hoje o SUS (Sistema Único de Saúde) completa 23 anos e por todo o país houveram manifestações, protestos e paralisações. A grita geral é contra as baixas remunerações e as péssimas condições de trabalho. O protesto criativo dos profissionais de Campo Grande chamou mais atenção que a maioria e jogou a bola diretamente no colo de quem importa: O governo, já que o povo ao invés de ser prejudicado pela falta de atendimento pode perceber o quanto o nosso sistema de saúde pública pode ser bom se for devidamente valorizado. Quem julgou que todos os servidores públicos do país são egoístas e estúpidos quebrou a cara.

0 comentários :