Select Menu

Brasil

Lorem 1

Technology

Circle Gallery

Shooting

Racing

News

Lorem 4

» » » » » » O que você vai fazer no dia D? Sobre a vida e seus clichês.

O "dia D" ou "D-day" é um termo militar que denomina o dia crucial de uma operação militar. Ficou famoso no Desembarque na Normandia, durante a segunda guerra mundial. Esta foi a pedra fundamental para a vitória dos aliados sobre os nazistas.

O povo, criativo que só, aproveitou o termo para designar como "dia D" todas as datas em que uma decisão pode mudar o destino de algo ou de alguém.

Poucas são as pessoas que usam táticas militares em suas vidas e nem faria mesmo sentido uma coisa destas mas, poucas são também as pessoas que arriscam coisas grandiosas para mudar seus destinos. Quando se sente confortável com situação qualquer, por mais que aspire mudanças, as pessoas tendem a não arriscar se houver a minima possibilidade de piorar algo. Quantos de nós deixaria aquele emprego estável que tanto nos irrita no dia-a-dia para investir naquele empreendimento que pode significar nossa independência mas carrega embutido o risco da bancarrota?

O clichê existe para justificar qualquer das opções. Se por um lado "Quem não arrisca não petisca" por outro lado, muito mais convincente, "Mais vale um pássaro na mão do que dois voando". Para balancear tem aquele que avisa "O cavalo só passa apeado na sua frente uma vez".

Quando o tal cavalo passar apeado na sua frente, o que você vai fazer?

Muitos arriscaram e encontraram a felicidade e outros tantos arriscaram e perderam até o que não podiam perder. Ocorre que pior que isto é o contingente dos que não arriscaram e viveram infelizes para sempre, com a angustia de não ter mudado e a vontade crescente a cada dia de largar tudo e correr atrás do cavalo para quem sabe, encontra-lo muito bem em outras pradarias.

A sorte foi definida por alguém como o "encontro da capacidade com a oportunidade". Se você tem a capacidade e a oportunidade de ser feliz e abdica disto, então é por que não merece mesmo nada melhor do que vem vivendo este tempo todo em que andou esperando a felicidade.

Que tal?

Sobre Cidadão Quem?

Como você pode perceber, o autor é só um anonimo preto, pobre, burro, feio e velho. Se alguém lhe comentasse sobre o cidadão, certamente você perguntaria, quase exclamando: -Quem? Ainda assim você pode lhe enviar uma mensagem através do email samueloliveira@email.com, caso ache realmente que isto vale a pena!.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário